domingo, 19 de maio de 2013

[Vídeo] Você é Você mesmo?

Apesar deste vídeo ser voltado ao assunto da espiritualidade, consegui enxergar alguns pontos focados ao assunto de frugalidade, independência financeira e emprego.

Independente de você acreditar ou não em espíritos, achar ou não o Laércio um maluco, os exemplos citados são válidos.

Eu assisti o vídeo por completo. Gostei muito. Mas para quem não tem tempo ou paciência para assistir tudo, segue os pontos no vídeo:

- 34:58 - Momento da experiência espiritual que levou a largar o emprego formal.
- 42:40 - Momento que largou o emprego formal e começou a fazer, trabalhar com o que gostava e viver de uma forma frugal.
- 48:30 - Pessoas são programadas para servir a indústria, o sistema.
- 1:09:40 - Sobre o consumismo.




Mesmo que o objetivo dele não fosse a independência financeira, o palestrante consegue viver fora dos "padrões normais" do mercado de trabalho, mais livre.
Certo ou não, pelo menos ele está convicto, segue seus próprios ideais e não os dos outros e ou do sistema financeiro.


8 comentários:

  1. Excelente! Tive um professor que largou um emprego de 20k por uma experiência parecida. A vida é muito grande pra ser desperdiçada, devemos sempre pensar se vale a pena o que estamos fazendo.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Thales, é isso aí mesmo.
      Temos que tentar viver da melhor forma possível.

      abs!

      Excluir
  2. Assisti quase tudo, vou terminar amanhã, mas bem legal, apesar do meu lado espiritual ser mto "enferrujado" rs... a sensação de vazio interior é realmente complicada. As vezes dá vontade de largar tudo e tentar buscar uma vida mais verdadeira, sem a falsidade e as regras do dia-a-dia que nos tornam mecânicos.

    []'s

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nerd,
      Fugir do "sistema" é realmente muito complicado.
      Largaria só quando tivesse uma convicto que daria certo.
      Nós que estamos investindo, acumulando capital, vejo que utilizamos do próprio "sistema" para tentarmos nos livrar dele.
      Para mim, a acumulação de patrimônio é o MEIO e não o FIM.
      O dia que conseguir viver de forma frugal só com renda passiva, já estarei satisfeito.
      Abs!

      Excluir
    2. É verdade. É meio irônico que ao olhar para o dia-a-dia e ver o estilo de vida das pessoas, basicamente nós que mantemos a frugalidade e estudamos estratégias para investimentos, somos os únicos que entendem as "regras do jogo" na real, aceitam e começam a se desprender justamente pelo ato de "jogar" da forma correta. Enquanto os familiares, amigos e colegas de trabalho seguem as vidas no procedimento padrão, sem pensar muito no amanhã, cada vez mais dependentes do governo e de suas trapalhadas. É incrível como NINGUÉM sabe investir dinheiro, formar patrimônio, usar os juros ao seu favor, é só comprar-trabalhar-comprar-trabalhar...

      Excluir
    3. Se pelo menos pensassem em guardar um pouco para aposentadoria, já seria um grande passo.

      Excluir
  3. Fala ID
    Estou com um novo projeto em meu blog: a "Carteira do Pobre"!
    Assim que tiver um tempo, da uma passadinha por lá!
    Abração!

    ResponderExcluir