sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Pense mais, invista melhor e trabalhe menos


Completou um pouco mais de um ano que consegui migrar meu plano de previdência.

Segue rentabilidade acumulada nos últimos 12 meses:

Meus planos antigos:
RT COMPOSTO RV 20 II FIC: + 9,8%
RT FIX C FIC:  + 11,83%

Migrei para este:
RT COMPOSTO RV 49 D: + 20,60%


Ou seja, tive um aumento de rentabilidade de pelo menos uns 8% a mais nos últimos 12 meses.
Imagine então a diferença que fará daqui há uns 10 anos.

Neste caso, não apliquei dinheiro nenhum a mais. Foi apenas questão de pensar, agir, gastar um pouco de tempo e paciência para alterar os planos. Foi chato, penoso, mas o benefício já começou a aparecer.

A mensagem que quero passar neste post é que não devemos só pensar em economia e aumento dos aportes.
Devemos sempre utilizar a inteligência financeira para tentar aumentar a rentabilidade.
É mais simples e menos trabalhoso do que tentar aumentar salário, cortar extremamente os gastos.
Basta pensar. Algumas vezes pensar muito. Mas vale a pena.

Um dos principais focos do investidor é buscar melhorar as rentabilidades.

Analise também seus gastos e investimentos. Com certeza há algo que pode ser aprimorado.

22 comentários:

  1. ID, eu sou um grande defensor da rentabilidade.

    Já tive discussões no blogosfera por causa disso.

    Alguns blogueiros acham que é só cortar gastos e aumentar aportes que ficará rico.

    Se a rentabilidade não trabalhar para ele, sem chance.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É claro que rentabilidade é importante na acumulação, mas para alguns poucos felizardos vai chegar uma hora que tanto faz, pois no final das contas o que interessa é quanto tem e se aquilo está bom para satisfazer suas necessidades. O mesmo vale para o aporte.

      No livro "O Investidor Inteligente" tem uma parte que o autor fala de uma pesquisa com um grupo de milionários aposentados. Perguntaram qual foi a rentabilidade média, e ninguém sabia responder e também não se interessavam, pois o que interessava agora era que o $$ estava lá e era muito mais do que suficiente...

      Excluir
    2. Mais ou menos...
      Quanto maior o tempo, maior a importância da rentabilidade. Quanto menor o tempo, maior a importância dos aportes.
      .
      Em horizontes curtos de tempo, os aportes são muito mais importantes que a rentabilidade.

      Excluir
    3. Eike,
      Concordo com o comentário do Max.

      Eu considero dos 2 importantes. O que estou enfatizando neste post é a questão de que podemos "ganhar" mais dinheiro apenas com uma simples decisão de alterar a alocação dos investimentos.
      Um exemplo simples.Uma pessoa que só investe em poupança a longo prazo (evidente falta de educação financeira) com certeza está perdendo um dinheiro "fácil" se tomasse a decisão de investir um pouco em renda variável.
      Aumentar os aportes ou diminuir gastos acho mais trabalhoso. Não quer dizer que não tento fazer estas ações.

      Excluir
  2. Esse é um dos motivos que criei o Ranking de Rentabilidade, mostrar a diferença entre quem consegue rentabilidade e quem faz aporte, pode ver que os que fazem grandes aportes não estão nem entre os 10 primeiros, imagine se aliassem o aporte com o conhecimento para aumentar suas rentabilidades? Acho que o aporte no início vale bastante mas no fim a rentabilidade sempre valerá mais a pena, afinal como conseguir a IF se depender de aportes? Continuará trabalhando para o dinheiro e não o contrário.

    Parabéns pela escolha na mudança da aplicação =)

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. General,
      O ideal é o conhecimento para aumentar as rentabilidades e grandes aportes. Em relação aos aportes, analisando estatisticamente, a maioria é assalariado e ganha pouco, aportar alto é complicado.
      Se no momento não consegue aumentar os aportes, só resta tentar aumentar a rentabilidade e infelizmente aumentar o tempo do investimento.

      Excluir
    2. E Seu ranking de rentabilidade é uma ótima para ficarmos de olho de como o pessoal anda investindo.
      abs

      Excluir
  3. Por acaso seu plano e da Brasilprev. Pergunto porque mudei para esse mesmo produto em 12/10, mas mudei porque atinge um determinado valor que me possibilitava migrar para esse plano e consequentemente ter uma menor tx de administração. Tenho uma duvida em relação a tributação do IR. Não sei se a carência se dará a partir de 12/10 ou se o que tinha depositado continuará com a carência de 2007. Se alguém souber esclarecer essa duvida ficarei grato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sandman,
      Se vc fez a migração via Portabilidade (acredito que seja), continuará com a carência de 2007.

      abs!

      Excluir
  4. Fala ID. Sobre rentabilidade, acredito nessa proporção: até 500k-aporte; acima de 500k-rentabilidade. Sobre o livro: um excelente livro, acho que deve ser leitura obrigatória (principalmente para o iniciante/pequeno investidor). Felicidades.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já acredito que a partir dos R$100.000,00 a rentabilidade já faça diferença. Mas o principal é ter planejamento, sempre.

      Digo isso porque a sinto na prática: para chegar aos 100k precisei aportar 83,6% e rentabilizar 17,4% em 6 anos. Mas para alcançar os 200k bastou aportar 63,1% do total em apenas 3 anos, quase 25% menos.

      Pode não resolver minha vida, mas estudar e passar em um concurso onde eu recebia um pouco a mais por mês também ajudou a acelerar os 200k em 1 ano. E o aporte nem aumentou tanto, de 1,5k para 2k/mês.

      Excluir
    2. Eu citei os 500k porque é um marco moral (pricipalmente) para a tão sonhada I.F. - meio do caminho. Meu pensamento: com 1M colocado na poupança renderia +ou- 5k mensal (essa poupança seria a nova, claro, vou considerar média de 0,5%. Isso para quem não quer continuar estudando e investindo na variável - é um salário de 5k líquido. Já na variável, além de já ter investido este valor, recebendo dividendos das várias ações, você pode diversificar a estragégia - parte B&H e parte swing trade (até uns 20 ou 30k). Você citou os 100k, nessa estratégia usaria 20% do capital, no mínimo - um pouco alto (acho eu), mas para 500k - entre 4 e 6%, tranquilo. Uma coisa é certa: após formada a "bola de neve", seu crescimento é mais fácil, diminuindo o poder do aporte e aumetando o da rentabilidade. Felicidades.

      Abraço.

      Excluir
    3. Investidorfinanceiro,
      500K é meio do caminho em valor absoluto.
      Mas se vc considerar como meta 1 milhão, 500k é muuuito mais que o meio do caminho.O caminho para chegar do 0 ao 500K é muito maior do que o 500K a 1M. Lembre-se que a acumulação de juros sobre juros é uma curva exponecial.
      Abs.

      Excluir
    4. Anonimo,
      Passar em um bom concurso, aumentar a renda sempre é muito bom!
      Devemos buscar isto mesmo.

      Abs

      Excluir
  5. Olá, ID!

    Antes de mais nada, parabéns pela nova rentabilidade! Espero que continue colhendo os frutos do teu estudo!

    Comentanto a relação aporte/rentabilidade, particularmente gosto de compará-la com aquela prova dos jogos escoceses onde um homem precisa tirar um veículo da inércia e puxá-lo até determinada distância.

    No começo, o esforço - que não é pouco! - mal dá resultado; depois que o veículo embala, parece brincadeira de criança. Os atletas até sorriem puxando aqueles monstros com rodas hehe, abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Pedrini!
      Obrigado!
      É por aí mesmo. mas pra embalar demora uns anos...rs

      abs!

      Excluir
  6. Por falar em estrategia o mês passado fiz alterações importantissimas na minha carteira. Pra começar vendi o WPLZ e com a grana comprei outro fundo que se valorizou fortemente depois que comprei. Depois vendi minhas LTNs, que são atreladas a Selic, e com o dinheiro comprei mais quatro fundos. Agora em agosto vence minha LCI, que ficou um ano aplicada, e como ela acompanha a Selic também não vou reaplicar e vou comprar mais dois ou tres FII.
    Estou muito satisfeito de ter quase 2k de aluguel todo mês.
    Com isso vou diminuir muito minha diversificação poispretendo aumentar minha exposição em FII e ações. Deixando, na renda fixa, so mesmo de precaução. também tenho debentures e NTNS porém nessas aplicações não vou mexer.
    Essa é minha estrategia, mas não repitam isso em casakkkkkk.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 2K só de aluguel?
      Caramba, seu capital já deve estar de bom tamanho!rs

      Excluir
  7. É muito importante mesmo verificar a carteira.
    Eu tenho previdência no HSBC, perfil agressivo (49% em renda variavel) e o resultado está horrivel, negativo nos últimos 36 meses.

    Não sei bem o que fazer, mas descobri que uma parte da rentabilidade estava sendo afetada por um seguro extra que eu pagava. Consegui cancelar isso e reverter esse valor em aporte.
    Tenho que verificar minha taxa de administração tambem, está em 1,5%.
    Não consegui tirar a taxa de carregamento, que está em 2% ainda ( MUITO ALTA...)

    Alguma sugestão?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Willian,
      Eu gosto dessa proporção 49% renda variável para previdência privada.
      Pq é algo para longo prazo mesmo (mais de 10 anos).
      Não sei a composição da carteira desta parte da renda variável da sua previdencia sua...
      Se for parecido com o ibovespa...É para estar ruim mesmo. ibovespa nos últimos 36 meses deu apenas +2,43%.

      Creio que foi bom vc ter cortado esse seguro.
      O seguro e a taxa deve ter colaborado ainda mais com o resultado negativo.

      Qto taxa de adm 1,5%, Mauro Halfeld aconselha no máximo 2%.
      Este meu é 2%.


      Essa taxa de carregamento que é dureza hein.

      Sugiro que pesquise outros previdencia privada de outros bancos,
      ver a questão de qto a taxa de carregamento e taxa de adm.
      E posteriormente a questão da Portabilidade.

      Sinceramente, até o momento, só considero uma boa ideia ter previdencia privada se a empresa que vc trabalha entra com um dinheiro tb. Se a empresa não aporta, eu cessaria os aportes e deixaria o dinheiro "congelado" lá. E se vc for muito conservador, começaria a investir no tesouro direto para a aposentadoria.


      abs.

      Excluir
  8. Eu invisto em tesouro direto tambem.
    Pensei em migrar esse dinheiro da previdência para lá, mas estou "apostando" em uma melhora no mercado de ações, o que deve elevar o rendimento da previdência.

    Vou acompanhar mais alguns meses, se eu perceber que o rendimento continua ruim, vou migrar a aposentadoria para as NTN-B principal, 2024 ou 2035.

    Obrigado!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Willian,

      Eu esperaria mais que alguns meses.Talvez anos, já que se vc tirar da previdência, o imposto de renda é bem pesado.
      Teoricamente, a longo prazo as ações rendem mais.

      abs.

      Excluir