segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Venda: EQTL3 Compra: CCRO3

Vendi parte da ação que tinha em maior peso na carteira, a EQTL3 por R$ 23,42.
Com o dinheiro da venda e os dividendos do mês passado, comprei CCRO3 por R$ 18,43.
Agora o peso da EQTL3 na carteira passou para 5% aproximadamente.
E CCRO3 entra no time da minha carteira.

A estratégia continua sendo montar uma carteria de 20 ações, com 5% de participação em cada.
Para balancear, vendo parte da ação que está com maior participação e compro uma que está com menos de 5% de participação.

Efetuo apenas 1 compra e 1 venda por mês.


16 comentários:

  1. Oi, tudo bem? Mas e quando a ação com peso maior está em alta e a de com peso menor está em baixa? Você ignora isso e da mesma forma vende a de maior peso e compra a de menor? Não seria um contra-senso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Contra senso é fazer o contrário.

      Se ele vende a que está em alta e compra a que está em baixa, está fazendo correto.

      Excluir
    2. O ideal é vender perto do final da alta e comprar perto do término da baixa, o que na maior parte das vezes pode levar mais de um mês pra acontecer. Se ele vende no início da alta, está apenas girando capital. e o ID gira bastante mesmo.

      Excluir
    3. Anônimo,

      Ignoro sim. Meu foco é tentar manter a carteira o mais balanceada possível. Ou seja, distribuir a "responsabilidade" da rentabilidade da carteira entre as 20 empresas. Não quero que o índice fique igual o ibovespa, onde PETR e VALE corresponde a mais de 23% da carteira. Ou seja, se elas vão mal, o impacto na rentabilidade é muito grande.

      http://www.bmfbovespa.com.br/indices/ResumoCarteiraTeorica.aspx?Indice=IBOVESPA&idioma=pt-br


      Fernanda,
      Concordo com vc. Desde que a que está em baixa seja uma boa empresa e não uma OGX da vida. Este que é o ponto.

      Troll,
      Eu não sei identificar final de alta ou final de baixa.
      Ainda acho que não giro tanto assim. É apenas 1 venda de empresa por mês. 20 empresa irei demorar 1 ano e 8 meses se considerar apenas as vendas.



      Excluir
  2. 20 ações? não acha que são mts papeis para gerenciar? acredito q uma media boa seria de 8 a 12..

    Abraço,
    IM.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. também acho muito, mas isso depende do tempo que cada um tem para se dedicar ao mercado. Menos tempo, mais ações. 20 é um número alto, mas não chega a ser absurdo.

      Excluir
    2. Mochileiro,

      A estratégia que estou usando para 20 ações é mais fácil do que qualquer jogo de vídeo-game por aí.rs

      8 a 12 ações é para quem sabe o que está fazendo, estuda as empresas, sabe análise fundamentalista, se dedica e tudo mais.

      Lírio Parisotto tem 12.

      "Segundo Parisotto, há pouca diferença de rentabilidade entre as empresas. "Somente duas ou três são expressivas", afirma. Para escolher os melhores empreendimentos é importante analisar os balanços, a evolução dos produtos no mercado e conferir a atitude dos executivos. "Tenho 12 ações porque não tenho personalidade para ter duas. Quanto mais diversificada for sua carteira, maior será a prova de que não acredita naquilo que está comprando", afirma. "

      http://economia.ig.com.br/financas/investimentos/os-dez-mandamentos-do-investidor-na-visao-de-lirio-parisotto/n1237794558017.html

      Troll,
      É isso aí...

      Excluir
  3. Ok, você querer ter 20 ações com igual peso. Só esse rebalanceamento mensal é muito frequente. Poderia ser semestral ou até mesmo anual

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prefiro balanceamento por peso do que por período.
      Talvez poderia adotar, por exemplo, se uma ação chegasse a 10%, faria o balanceamento...
      É uma opção...

      Excluir
  4. Eu não concordo com a estratégia de vender uma e comprar outra. Você deveria somente focar em aportar naquelas que estão abaixo até balancear. Ficar vendendo sempre implica em girar patrimônio pois você nunca sabe quando termina a alta.
    Abraços,

    Blog Economicamente Incorreto
    http://economicamenteincorreto.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EI,

      Dificilmente eu conseguiria balancear apenas com meus baixos aportes.
      Tudo bem que fico vendendo, mas lembre-se que vendo apenas uma parte.
      Ou seja, eu também aproveito se a alta estiver continuando.

      Esta estratégia não é perfeita, mas é razoável. Não maximiza os ganhos mas também minimiza as perdas. Ou seja, teoricamente irá gerar um resultado mediano. Mas que espero que seja melhor que vários fundos e índices por aí. Isto se conseguir selecionar boas empresas para a carteira.

      Acredito que o esforço/benefício seja consideravelmente bom com esta estratégia.

      Abs,

      Excluir
  5. CCR, vi no blog do Troll e resolvi estudar, gostei muito da empresa e espero abrir posição nela mês que vem. Parabéns pela aquisição, grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tinha visto a CCR no blog do Alem da Poupança e do G65, que me lembro.
      Vi o quadro do Bastter e os comentários. Me agradou. E também é uma empresa de um setor que não tinha nenhuma empresa. Mais uma diversificação. Achei interessante.

      Obrigado, abs!

      Excluir
  6. Acho que rebalancear vendo parte do que está na alta e comprando mais um tiquim do que esta em baixa é saudavel.

    ResponderExcluir