quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

[Guest post] Financiamento imobiliário, como funciona?

Este post é um oferecimento do banco HSBC ao site Investidor Defensivo.

Parar de pagar aluguel em um imóvel que não será nosso e começar a investir na casa própria é um sonho de muitos brasileiros. Mas para que a compra seja possível precisamos ter dinheiro suficiente para comprar à vista, ou podemos fazer um financiamento imobiliário. Esse tipo de financiamento é disponibilizado por bancos e demais instituições financeiras e é destinado à compra de imóveis novos e usados.



O crédito imobiliário é regulado por dois sistemas. O Sistema Financeiro de Habitação (SFH) permite o uso do FGTS e impõe limite no valor do imóvel (até R$ 500 mil). Já o Sistema Financeiro Imobiliário (SFI) é destinado a imóveis acima de R$ 500 mil e para os que não se adequam nas regras do SFH, como os para fins comerciais.

Para realizar um financiamento, vá até a agência bancária escolhida e faça a simulação. Leve documentos como RG, CPF (do casal, quando for o caso), comprovante de estado civil e de renda. A comprovação de renda do comprador indicará o valor das prestações da parcela, pois as mesmas não passam de 30% da renda familiar bruta. Também é feita uma análise cadastral onde é verificado o nome do cliente no Serasa ou no SPC e se não houver problemas, a liberação do crédito é aprovada.

Depois da aprovação do crédito, o banco, por meio de engenheiros ou uma empresa especializada, realiza a avaliação do imóvel a ser financiado. Após o valor do imóvel ser confirmado o banco elabora um contrato, que deve ser assinado pelo comprador e pelo vendedor, devendo ser registrado em cartório antes de voltar à agência bancária. Com todos os passos realizados com sucesso, o crédito é liberado, pago ao vendedor do imóvel e o comprador começa a pagar as prestações mensais a fim de quitar a dívida com o banco.












6 comentários:

  1. Isso é tão longe de mim que eu chego a passar mal. Será que nunca morarei sozinho?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pobreta,
      Não é tão longe quanto acha.
      Em breve, quando vc encontrar sua Panicat, vai querer se casar.
      E com isso vem a fase mais hardcore financeira da vida: apto, filho(s).
      É o caminho "mais normal" (ocorre com a maioria da população).
      Como a maioria não dá para fugir disto, temos que pelo menos tentar usar o nosso dinheiro da forma mais inteligente possível.

      Ou então vc fica solteiro por mais uns 10 a 15 anos focando tudo na sua independência financeira. Infelizmente tudo tem seu preço. E nem focando tudo vc terá a garantia total de sucesso.

      Eu preferi não apostar todas as minhas fichas. Estou trilhando um caminho mais equilibrado para não perder algumas fases da vida.

      Abs!

      Excluir
  2. post patrocinado, que chique :D

    já passei por essa fase e gostaria de passar novamente só p liberar o fgts :)
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Ostra!
      Nós blogueiros estamos ganhando atenção.
      Tenha certeza disso! :-)


      Daqui no máximo 3 anos vc pode liberar o FGTS, não?
      Ou menos. Vc não trabalha mais de carteira assinada, não é?

      "- Quando o trabalhador permanecer por 03 anos seguidos fora do regime do FGTS, cujo afastamento tenha ocorrido a partir de 14/07/90, podendo o saque, neste caso, ser efetuado a partir do mês de aniversário do titular da conta; "

      Está na pergunta
      2. Quando sacar os recursos do FGTS?
      neste link.
      http://www.caixa.gov.br/fgts/pf_saque_faq.asp#

      Eu já retirei uma vez, quando sai do regime de CLT por mais de 3 anos e trabalhei alguns anos como PJ. Faz um tempo que já voltei para CLT.

      Ou pra fazer uma reforminha em casa... Toda mulher adora!rs
      http://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/imoveis/noticias/use-o-fundo-de-garantia-para-reformar-seu-imovel

      Mas não achei sobre o uso do FGTS para reforma de casa no site oficial da caixa. Não sei se ainda está valendo.

      Em breve vou fazer um post sobre o uso do FGTS para amortização do financiamento do imóvel.
      Uma planilha de simulação está quase pronta! ;-)

      bj!

      Excluir
    2. ID, o meu eu ja liberei, para quitar o imovel que moro, depois disso nunca mais tive carteira assinada, queria liberar o do meu marido :P

      Reforma?? Poeira? Bagunça? Barulho? Gente em casa?? Jamais!!! Sou exceção, detesto tudo isso rsrsrs
      Mas se não me engano o FGTs serve apenas p compra de materiais p reforma, a mão de obra tem q sair do bolso mesmo.
      Bjs

      Excluir
  3. Já conhecia essas informações, pois vou precisar delas em breve. Mas é um ótimo post até para os que acham que financiar um imóvel é tão fácil quanto financiar um microondas nas Casas Bahia.

    Abraço!

    SdP
    http://saindodapinda.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir