sábado, 2 de junho de 2012

Mais com menos

http://www.enriquecimentototal.com/2011/12/mais-com-menos.html

9 comentários:

  1. Puxa, muito legal o texto :)
    Valeu compartilhar
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. ID,esse artigo caiu como uma luva pra mim. Comecei a acompanhar os blogs de finanças esse ano e ja mudei muita coisa no meu estilo de vida. Parei de comprar por impulso ou mesmo vaidade.
    Por exemplo, ja estamos em junho e não fiz nenhuma prestação,nem comprei nada superfluo os desnecessário.
    Em 2010 fui as compras com vontade, viajei e voltei com um guarda roupa que da pra durar uns cinco anos. Comprei carro zero (tenho um i30 que adoro) computador, notebook, Iphone, TV led, blurey, geladeira, fogão, cama box, um monte de coisa pra casa pois passei a morar com minha garota(pelo menos não gastei com festa KKKKK).
    Existem despesas que não dependem so de mim e portanto não posso tirar. Minha garota adora comer em restaurantes isso sai caro mais ela sente prazer e isso me deixa satisfeito.
    O problema e que os desejos nunca acabam agora mesmo estou a fim de comprar o aparelhinho de tv da apple e não e tão caro. E minha garota quer uma maquina de café nespresso.E acho que esse vai ser o seu presente do dia dos namorados.
    Em fim acho legal buscar o equilibrio pois renunciar a vários desejos de uma vez pode ser muito perigoso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sandman, sei exatamente o que vc está dizendo.
      Minha noiva tem o comportamento e gosto bem parecido com o que vc citou da sua garota.rs
      Acho que vc está agindo certo, eu tb procuro agradá-la.Restaurante foi um ótimo exemplo!rs Apesar das escalas de valores para as coisas serem diferentes eu e ela. Mas enfim, faz parte.Temos que aprender a conviver com as diferenças e tentar um equilíbrio, é claro.
      Abs!

      Excluir
    2. Obrigado, Investidor Defensivo, por compartilhar meu artigo no Enriquecimento Total. Sobre os comentários sobre renunciar ou não aos desejos, seus e de suas garotas, vocês estão no caminho certo. Enriquecer não significa ficar escravo do dinheiro e sim aprender a tê-lo como um aliado. Também não meço esforços para agradar minha esposa e minha filha de 1 aninho, muito embora, modéstia a parte, elas não me exijam muito em termos de despesas. Caso suas respectivas comecem a ficar "caras" demais para seus orçamentos, especialmente quando decidirem oficializar em definitivo a relação, uma boa conversa a dois e o planejamento financeiro executado juntos colocará o casal em sintonia para atingirem seus objetivos sem maiores sacrifícios.

      Excluir
  3. Texto maravilhoso e de muito proveito pra mim. ID, você está de parabéns.. Seu blog é complemente diferenciado, sempre procurando contribuir com a educação dos visitantes. Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Zé Mobral,

      MUITO OBRIGADO pelo elogio! Fico lisonjeado!
      Pretendo que meu blog seja um ponto na web onde possa ajudar todos a alcançar a independência financeira!
      Tamos juntos!

      Abs!

      Excluir
  4. Muito interessante o texto, bem no meu caso não sou de fazer muitos gastos, sou até meio pão duro, mas dessa forma acumulei um bom patrimônio, e aqueles que eram mão abertar, hoje vem me pedir dinheiro emprestado, mas não sou um fanatico por poupar, se tiver que comprar uma coisa importante tipo um tablet vou na loja e compro.

    Um abraço ID.

    Lord.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lord, um bocado de gente me acha pão duro. Sou econômico. Mas de tanto me chamarem, talvez um dia eu acabe acreditando que sou meio pão duro mesmo.rs
      abs!

      Excluir