sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Colaboração do INSS para alcançar a independência financeira


A idéia principal deste artigo é tentar mostrar que não devemos menosprezar o dinheiro que pagamos todo mês de INSS para alcançarmos a independência financeira. Talvez contando com INSS podemos diminuir alguns anos de trabalho.

Vejam a planilha:
https://docs.google.com/spreadsheet/ccc?key=0Amiol_bBFpTNdGQyWW9XdFJPT3dpNW1kNm5KdWo5Zmc

Nos dados do exemplo da planilha, o investidor acumulou 700 mil reais e depois largou o trabalho. Resolveu pagar ele mesmo o INSS e suas despesas mensais de 4 mil reais ao longo dos próximos 10 anos dilapidando seu patrimônio.

Coloquei 0,33% de rendimento líquido ao mês, que é nossa taxa de retirada de segurança já discutida.

Ao final dos 10 anos, com a obtenção da aposentadoria do INSS ele teria a renda de aproximadamente 4.023 reais. Isto somando a renda do INSS mais o rendimento que é gerado pelo que sobrou do patrimônio.

Ou seja, conseguiu a independência financeira 10 anos antes!

Alguns pontos:
- % esperado sobre o teto. Não sei o valor correto. Estimei 70%.
- Contar com INSS é arriscado.
- As leis da previdência mudam.
- Não sou especialista em aposentadoria. Vale a pena estudarmos mais sobre o assunto.

Façam download da planilha e façam suas simulações com seus valores desejados.
Quem for expert, sábio nas questões sobre previdência social sinta-se a vontade para aprimorarmos e ou corrigirmos as informações desta planilha. Façam comentários no post! Creio que vale a pena investirmos tempo para analisarmos detalhadamente esta estratégia.


Este post é um tópico do Guia da Independência Financeira.


15 comentários:

  1. Eu tinha pensado em algo parecido com isso antes, já que o governo mete a mão no nosso diheiro via impostos, nada mais justo que ele bnos dê dinheiro também...

    Foi interessante o cálculo de parar de trabalhar 10 anos antes da idade legal, continuar a pagar o INSS e depois garantir uma renda legal

    10 anos de liberdade

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. Já pagamos impostos demais. Temos que aproveitar o que for possível de retorno do que pagamos.

      Podemos simular com mais de 10 anos tb...

      Excluir
  2. Favor alguém validar os cálculos.

    Achei fantástico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também achei fenomenal. Fiquei empolgado.rs
      Mas preciso de mais tempo para estudar sobre isso.
      E aguardar o comentário dos demais.

      Excluir
  3. Ola ID, me adiciona ai no sei blogroll, eu ja add vc.

    http://camaleaofaminto.blogspot.com/

    Vou verificar estas informações do seu post. Legal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá adicionado.
      Verifique mesmo. Vai ser muito útil.
      abs

      Excluir
  4. ID, vc contribui com INSS?
    estou falando isso porque até hoje não faço isso e não trabalho de carteira assinada, mas vou fazer um post sobre isso pra tirar minhas duvidas com os amigos investidores dos blogs, pois preciso saber mais a respeito e se vale a pena pra mim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá.
      Contribuo sim, porque sou trabalhador com carteira assinada.Então é obrigatório.

      Creio que seja interessante sim vc pagar. A não ser que você ache que NUNCA irá trabalhar com carteira assinada...

      Excluir
  5. Portinho validou a planilha! Bom sinal!

    "Olá.
    Li a planilha e parece correta. Vou deixar o link nos comentários para o caso de alguém querer utilizar.
    Obrigado pela visita.
    Portinho"
    postado nos comentários no blog dele:

    http://blogdoportinho.wordpress.com/2012/01/19/quanto-vale-a-sua-aposentadoria-planilha-para-calculo/

    ResponderExcluir
  6. Genial esse raciocinio.
    Ninguem conta muito com o dinheiro do INSS, mas para quem contribui com o teto, da uma salario de 4k...
    Diminui bem o dinheiro necessário para complementar essa renda com investimentos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só lembrando que esse salário de 4K do INSS é bruto.
      O líquido será muito menor!
      Abs

      Excluir
  7. Caro ID muito interessante o seu raciocínio. Contribuo com o INSS já a bastante tempo porém, por boa parte desse tempo, contribuí com o mínimo para sobrar recursos para outras aplicações. Uma vez um amigo me alertou que o INSS não é apenas para a aposentadoria, ele tem uma série de outras coberturas que podem ser importantes durante nossa vida ANTES DA APOSENTADORIA.
    1. Aposentadoria por invalidez
    2. Auxílio-doença
    3. Auxílio-acidente
    4. Auxílio-reclusão
    5. Pensão por morte
    6. Salário-maternidade
    7. Salário-família.

    Um acidente pode nos tirar do mercado de trabalho por muito tempo levando-nos a consumir grande parte de investimentos feitos por toda uma vida. E se o sujeito ficar inválido antes da aposentadoria? Como ele irá se sustentar e dar continuidade a seus aportes?
    Hoje contribuo pelo teto do INSS e faço meus aportes em outras aplicações apesar de saber que toda e qualquer parceria com o governo tende a ser perigosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Leonardo,
      Quando li seu comentário, lembrei na hora do áudio do Mauro Halfeld, onde ele fala que o INSS é o mais completo do mercado.

      http://cbn.globoradio.globo.com/comentaristas/mauro-halfeld/2013/05/17/INSS-E-O-PLANO-MAIS-COMPLETO-DO-MERCADO.htm

      Concordo com ele e com você. Também acho interessante pagar até o teto do INSS.

      O perigo que vejo é o valor da aposentadoria do futuro ser muito menor do que é pago atualmente.
      http://www.blogdomax.com.br/aposentados-perdem-ate-30-do-teto-da-aposentadoria-em-10-anos

      Por isso precisamos de fazer outras aplicações mesmo, para complementar a renda.

      Abs!

      Excluir
    2. Continuando a questão do perigo:

      http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2013/08/noticias/dinheiro/1455463-aposentados-salario-fica-cada-vez-mais-indigno.html

      Talvez poderemos contar com apenas 1 a 2 salários mínimos de INSS no futuro. Muito pouco.

      Excluir
  8. O que vcs acham dessa estratégia, agora q o governo pretende te forçar a trabalhar cada vez mais e se aposentar somente por idade?

    ResponderExcluir