quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Índio

As vezes me sinto como um índio sendo enganado. Trocando esforço, tempo de vida e trabalho por espelhinhos fajutos de europeus ...
Vamos valorizar o dinheiro que ganhamos, moçada.

3 comentários:

  1. Meu caro ID, que post mais enigmático e estranho foi esse?

    Abs!

    ResponderExcluir
  2. Seja específico.

    Está dizendo que trabalha que nem cavalo pra comprar gadgets eletrônicos inúteis?

    Passa lá no blog do VR que a discussão tá interessante, é um novo marco no foco dos blogs.

    ResponderExcluir
  3. PT e Anônimo,

    Não vou dar uma de escritor poeta. rs
    Vou esclarer. Não é só gadgets eletronicos.
    É quase tudo que a gente compra. Celular, carro, roupa. Tudo parece super valorizado e além disso tem embutido altos impostos, pra piorar.
    Ou seja. As coisas estão super valorizadas e nosso esforço de trabalho não. Com isso, não saímos do lugar.
    Me lembra pessoas que trabalham no garimpo e só tem uma vendinha cara pra comprar e que nunca conseguem juntar dinheiro pra sair do garimpo.
    Minha ideia é comprar menos, gastar menos e juntar mais. Ando meio bitolado com isso.
    abs

    ResponderExcluir