sábado, 23 de julho de 2011

Caso Migração de Previdência Privada - Parte FINAL !

Uhhhh! Pessoal! Acabou! \0/

Vi hoje via internet! Migraram meu plano !

Este é um caso pessoal e real que demonstra que com pequenas ações e sem precisar investir mais dinheiro temos grande chance de aumentar nossa renda futura! Basta apenas fazer algumas mudanças nas alocações de investimentos.

Fiz uma previsão de aumentar apenas 1% o meu rendimento ao ano com esta migração da previdência em relação ao meu plano de previdência anterior.

Isto me dará possivelmente um retorno de 68% maior aproximadamente em 20 anos.

Fui conservador nos rendimentos futuros. Considerei o plano antigo com 6% ao ano, é o que o tesouro direto rende hoje. E considerei apenas 1% a mais ao novo plano por ser um mix de renda fixa e renda variável.

Quem quiser ver e simular, segue planilha abaixo:



Mudei para este plano.


PS: Não estou fazendo propaganda da Brasilprev. Apenas mudei para outro plano deles, porque achei mais simples e conveniente. Plano de previdência só acho interessante se seu empregador contribuir também.


Segue os capítulos anteriores desta "Saga" !

Parte 3

Parte 2

Parte 1

abs !

7 comentários:

  1. Parabéns, utilizou sua inteligência a favor de suas finanças!

    Agora junta todo o scrip e manda pra uma TV mexicana que ainda pode ganhar dinheiro com isso, dá uma novela rsrs..

    Abcs bons investimentos,

    ResponderExcluir
  2. Até para as coisas simples precisamos ter persistência. Chato, né!?
    Abs.

    ResponderExcluir
  3. Ok. Passei por essa novela também. Mas meu objetivo era fechar o meu plano Brasil prev e migrar tudo para o Tesour. Vamos repetir aqui a sua última frase, em letras garrafais, para todos gravarem: "PLANO DE PREVIDÊNCIA SÓ ACHO INTERESSANTE SE SEU EMPREGADOR CONTRIBUIR TAMBÉM." Essa é a frase mais importante do seu POST :)

    ps: plano de prev. talvez seja interessante também para quem já tem uns 100.000 de caixa e tenha disponibilidade de contribuir com uns 4.000 por mês. Aí o banco vai oferecer taxas baratas de carregamento e administração. Mas, cá pra nós, um cliente com esse "poder de bala" certamente terá encontrado coisas mais interessantes para fazer....

    ResponderExcluir
  4. FI,
    Valeu! Acho que devemos usar mais nossa inteligência e talento em
    benefício próprio e não só no ambiente de trabalho.
    Opa! Se rolar grana pra este script de novela, to dentro! rs


    PT,
    Pois é... Simples, mas gera esforço, trabalho.
    Melhor mesmo é eu não ter deixado de lado esta simples mudança.
    O impacto é grande a longo prazo.


    Anônimo,
    Voltei e coloquei a frase em negrito agora. rs
    QUem me dera eu poder aportar 4.000 reais ao mês...rs

    abs!

    ResponderExcluir
  5. Uma dúvida: sou funcionário público federal, tenho um PGBL no BB. Tenho o plano há 5 anos. Surgiu a chance de mudar para outro fundo BB, com taxa de adm de 1,5 e sem taxa de carregamento.
    Mas o atendente disse que como estou abrindo o novo plano, ao transferir os recursos, o prazo de imposto de renda no caso de resgate (tabela regressiva)começaria do zero.
    Ísso está correto?

    Abraço e parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  6. Anônimo,
    Acredito que este funcionário te passou a informação errada.
    Creio que até existe uma lei sobre isso.
    Não tem muita lógica voltar ao zero, pois vc não quer resgatar e depois
    aplicar o dinheiro em um plano novo. Vc quer fazer uma migração.
    Pesquise sobre migração de planos de previdência e procure conversar com outro funcionário e
    também entrar em contato diretamente com a Brasilprev.

    ResponderExcluir
  7. Investidor,
    valeu, também achei estranho.
    Vou tentar falar diretamente na Brasilprev.

    ResponderExcluir